Receba da Graça!

Na noite passada vivi um embate muito forte com o maligno. Fui tentada por ele a temer e não confiar no Senhor. Infelizmente, Caí em sua armadilha. Deixei o medo me dominar, não confiei no Deus a quem sirvo, sobre quem prego e em quem sempre confio. Falhei! Diante da tentação lançada por meio de visões a cerca de algo terrível que estaria acontecendo com minha filha, sucumbi. Não consegui reagir, não consegui orar, não consegui declarar a Palavra do Senhor, muito menos ordenar que cessasse todo ataque contra mim. Caí, de fato. Me entreguei ao medo e logo o pavor me dominou. Acabei contaminando outros e, quando tudo parecia ter terminado, pois já havia falado com minha filha e ouvido dela mesma que estava tudo bem, as coisas ficaram piores. Como? O tentador passou a me acusar: “você é uma fraca. Onde estava a sua fé? Não pode pregar; não serve pra ser mãe, você nem serve pra carregar o nome de Jesus. Você não serve, a não ser pra morrer. Morra!” E diante daquela tão terrível luta. Diante da triste constatação de que eu caíra na tentação do maligno e não havia conseguido agir ou reagir como sempre preguei e busquei viver, com ousadia, me movendo em fé, não me entregando ao medo ou a ansiedade, recebi do meu amado ESPÍRITO SANTO, a ajuda de que tanto necessitava. Ele me abraçou com graça e me falou ao coração o que agora compartilho com você:
“O inimigo nos tenta para nos fazer cair. Se cairmos, ele prontamente nos acusará para nos atormentar. Uma vez atormentados, afastaremo-nos da graça do Senhor perdendo, assim, a oportunidade de receber dEle restauração e a chance de um novo recomeço. Portanto, se você fraquejou, cedeu à tentação, não agiu como deveria ou fez o que não gostaria de ter feito não siga carregando culpa e condenação. Não rejeite a obra que Cristo já realizou para te justificar, redimir e restaurar. Receba da graça que não te condena! Levante-se e faça diferente! Mova-se no Espírito e na força do Seu poder e você vencerá o maligno.”
Aleluia!!! Confessei minha fraqueza, meu pecado e me apropriei da graça do perdão e da chance do recomeço. Fui ao chão. Me humilhei sob a poderosa mão do meu Senhor, clamei pela ajuda e enchimento do Espírto e compartilho, já de pé, por Ele erguida, renovada em Sua graça, o que a Sua palavra nos ensina:
“Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.” (Hb 4.16)
Eu encontrei. Você encontrará também!
IMG_1361

Gostou? Comente e compartilhe!

Envie seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*